programação do debate on line sobre africanidades

Vai haver o Representação Imagética das africanidades no Brasil, um debate on-line que é um projeto de Denise Camargo e Ana Maria Schultze, contemplado pelo Programa Cultura e Pensamento 2007.

O projeto faz parte da série Projetos Especiais Studium e traz uma edição especial contendo artigos, galerias fotográficas, resenhas e salas de debate que ocorrem nos dias 26, 27, 28 e 29 de novembro, de segunda à quinta-feira, das 20h às 22h.

PROGRAMAÇÃO

26/11/07 das 20h às 22h – Africanidades

A primeira sala on-line coloca em pauta o conceito de africanidade, com a finalidade de localizar o tema do debate Representação Imagética das Africanidades na agenda contemporânea brasileira. As discussões pretendem trazer questões relativas à diáspora e à manutenção das matrizes ancestrais que sustentam o patrimônio cultural de origem africana, ressaltando a idéia de territorialidade, cultura brasileira, tradições e resistência.

27/11/07 das 20h às 22h – Identidades

A segunda sala on-line trata da representação imagética, tendo como eixo as diferentes estratégias discursivas, como a representação do negro na imagem da publicidade, a fotografia latino-americana, fotografia e identidades regionais, o simbolismo da imagem.

28/11/07 das 20h às 22h – Interterritorialidades

A terceira sala on-line discute a representação imagética das africanidades nas artes, nos espaços museológicos e sua produção simbólica.

29/11/07 das 20h às 22h – Estratégias das imagens: fórum de encerramento

O fórum de encerramento é uma seção aberta a todos os participantes. Formula-se, a partir desse encontro de pensamentos, um registro dos resultados obtidos e dos possíveis encaminhamentos para as questões tratadas. Entre eles, por exemplo, está um plano para a aplicação da Lei nº 10.639/2003, que determina a obrigatoriedade do ensino da história e da cultura afro-brasileira e africana nos currículos escolares.

Os debatedores representam diferentes regiões brasileiras e da América Latina. Entre eles: Alejandro Castellanos (Centro de la Imagen, México), Boris Kossoy (USP), Carmen Rial (UFSC), Kim-ir-sem Pires Leal (GO), Luiz Braga (PA), Luiz Eduardo Achutti (UFRGS), Marcelo Bernardo da Cunha (UFBA e Mafro), Mauro Guilherme Koury (UFPB), Paulo Rossi (USP), Rafael Sanzio dos Anjos (UNB), Selda Vale da Costa (UFAM), Silvia Perez Fernandes (UBA, Argentina).

A mediação é de Denise Camargo e Ana Maria Schultze, coordenadoras do projeto e editoras da edição on-line; e de Fernando de Tacca, coordenador-editorial da revista Studium.
Anúncios
Esse post foi publicado em africanidades, debate on line, programa cultura e pensamento, revista studium. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para programação do debate on line sobre africanidades

  1. Anonymous disse:

    Lú!Bacana esse toque destas palestras on-line.Acho o assunto Africa e sua cultura muito interessantes.Fora que mostra muito quem somos!BjCris C. Branco

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s